Vagas de Emprego x Empregabilidade

Operários - Tarcila do Amaral

Operários – Tarcila do Amaral

Empregabilidade segundo o artigo de Nancy Malschitzky, “Entende-se por empregabilidade a busca constante do desenvolvimento de habilidades e competências agregadas por meio do conhecimento específico e pela multifuncionalidade, as quais tornam o profissional apto à obtenção de trabalho dentro ou fora da empresa”.

Empregabilidade é um assunto que há muito estava com vontade de escrever. Atualmente vivemos em um mundo cada vez mais competitivo em que quanto mais qualidades um profissional obtiver, maior a chance de conseguir um bom emprego.

Nesse aspecto surge uma dúvida e também uma crítica. As empresas buscam profissionais capacitados, que tenham as experiências que adequadas com perfil profissional desejado, vontade de aprender e crescer junto com as expectativas da empresa, mas o que constantemente é notícia nos principais veículos brasileiros é que existem muitas vagas disponíveis, porém poucos profissionais capacitados.

Se procurarmos em todos os sites de empregos disponíveis na internet e agências de emprego é possível observar que realmente existem muitas vagas disponíveis, de acordo com o a página inicial da Catho, estão disponíveis quase 300 mil vagas em áreas diversas, mas no meio do caminho encontramos um pequeno problema a Empregabilidade, a maior parte dos profissionais não tem o perfil que as empresas exigem e nem as competências necessárias.

O que nenhuma empresa ou agência de emprego nunca parou para analisar é que a cultura brasileira não treina os profissionais, não capacita e também não quer arcar com os custos de cursos de aperfeiçoamento. Ao contrário do que acontece em vários outros países, que as empresas preferem contratar um profissional considerado “cru” para os seus padrões, mas treina-lo e capacita-lo, moldando o profissional de acordo com a visão da empresa.

A maior parte da população brasileira, não tem como pagar por cursos profissionalizantes ou cursos que complemente a experiência que tem na área escolhida. Por isso mesmo o governo federal tem disponível vários programas para incentivar o ensino superior, como ProUni e Fies, pois é muito difícil pagar por estudo superior, quanto mais por cursos profissionalizantes.

Assim como vários profissionais que estão desempregados, eu me encontro na mesma posição, recém-formada em Jornalismo, com experiência em várias áreas da comunicação. No meio do caminho já me deparei com várias exigências que o recrutador faz que no anúncio da vaga não foi citado, uma delas ter carro. Eis que surge minha dúvida, como uma empresa pode exigir que o profissional tenha carro se ele ao menos esta trabalhando? Ter um carro não é só colocar combustível, é pagar manutenção, seguro, IPVA dentro outros, ou seja, gasto não investimento. Gastos que um profissional desempregado não tem como arcar.

Entretanto a vida do trabalhador é uma via de mão dupla as empresas exigem muita experiência, muito conhecimento, exigem carro e querem pagar pouco. A verdade seja dita, as empresas não respeitam o profissional brasileiro é muita exigência para pouca remuneração. O exemplo disso é que o país não incentiva a pesquisa, grande parte dos pesquisadores brasileiros, trabalham fora do país, onde existe o interesse e financiamento de pesquisas de interesse público.

Estou na posição de profissional desempregada, em buscas de novas oportunidades, com interesse em fazer vários cursos disponíveis na minha área, assim como investir em uma pós-graduação. Porém sei que não sou a única profissional “disponível no mercado” vivendo a mesma situação que eu.

Lanço um desafio para todos os recrutadores e empresas que estão contratando.

Como eu e tantos outros profissionais na mesma situação que eu devemos agir?

Como nos capacitamos melhor se não é dada a oportunidade?

Como é possível ter o perfil que vocês exigem?

Texto Tatiane Garcia

Foto :  Google Imagem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s